Variar fonte é importante também no jornalismo empresarial

É bastante comum que os jornalistas de empresa, assim como os de redação, fidelizem suas fontes, o que é realmente importante e estratégico. No entanto, como tudo na vida, há sempre o outro lado da moeda: é preciso variar as fontes e isso pode ser um tanto complexo para profissionais que recorrem sempre aos mesmos contatos. Nas empresas, é bastante comum que alguns colaboradores sejam identificados, em cada área, como ponto de contato para assuntos relacionados a uma determinada área específica. E com a comunicação não é diferente. É preciso, por isso, avaliar cuidadosamente ganhos e perdas desse formato.

Centralizar as demandas de comunicação em um único colaborador da equipe pode ser interessante sob o ponto de vista de articulação de processos e condução de atividades de rotina, mas é preciso tomar cuidado, até mesmo por conta de sobrecarga, já que ser o elo entre as áreas é mais uma responsabilidade assumida e pode ser desgastante. Jornalismo é feito, entre outras coisas, de troca, experiência, relacionamento com pessoas e vivência, por isso, na maioria das situações, quanto maior o leque de contatos, melhor.

Quando as informações estão concentradas em um único ponto de referência, costuma haver, por mais que possa parecer imperceptível, perda na qualidade textual ou até editorial, já que os dados e as declarações acabam partindo sempre da mesma fonte. Isso gera aos leitores, ouvintes ou espectadores uma percepção de referência e domínio de expertise com relação à fonte, o que é sim positivo, mas não deve ser restrito a um seleto grupo de pessoas. Fica o reforço: é fundamental variar as fontes.

Uma equipe de comunicação corporativa com poucas fontes tende a valorizar apenas os mesmos colaboradores a cada nova publicação, o que é extremamente prejudicial ao clima organizacional, por exemplo. O reconhecimento do trabalho por meio de reportagens e campanhas de endomarketing é uma das importantes ferramentas para se gerar engajamento, o que é cada vez mais valioso nos dias de hoje.

Pode ser válida a centralização das atividades e das informações se analisados fluxos de trabalho, disponibilidade de agenda e dinâmica de produção de conteúdo, mas é uma estratégia que não deve ser mantida por muito tempo com um único colaborador de cada área da organização. Lembre-se: o jornalista de empresa precisa dar voz aos colaboradores.

Gabriel Rocha

3 comentários sobre “Variar fonte é importante também no jornalismo empresarial

Gostou do texto? Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s