De olhos abertos e ouvidos atentos

Todo bom jornalista sabe que precisa estar sempre atento a tudo à sua volta, por mais que determinado acontecimento não desperte a curiosidade de outras pessoas ou que uma conversa nas redondezas possa parecer insignificante. É o radar permanentemente ligado que aflora a sagacidade do profissional e, com isso, surgem as boas histórias. Nas organizações não é diferente, um estreito corredor, por exemplo, pode ser extremamente fértil no que diz respeito a captação de pautas e personagens.

O jornalista é o profissional que, na empresa, vai conseguir encontrar pessoas certas para falar sobre temas necessários. É quem tem conhecimento suficiente do negócio e visão estratégica para lapidar os assuntos importantes e transmitir as informações da melhor forma possível aos colaboradores.  Para isso, é preciso estar antenado.

Outra forma de identificar boas oportunidades e articular “ganchos” para trabalhar as informações da empresa com o público interno é por meio do recebimento de demandas (jobs). Se o jornalista de empresa se mantém disponível para conversas com representantes de áreas estratégicas e atende às demandas corporativas, sem abandonar também as descentralizadas, o retorno é certo. A cada dia aparecerão novos pedidos e, com eles, novas informações. Bingo.

Um personagem para uma campanha específica pode ser encontrado em um desses contatos despretenciosos ou até mesmo em um bate-papo na hora do café. Muitas das vezes uma boa história, que pode gerar identificação internamente, com engajamento significativo, pode deixar de ser contada por falta de um personagem. Cabe ao jornalista de empresa identificar eventos e locais apropriados e redobrar a percepção em momentos mais conturbados ou isolados.

Muitos colegas de trabalho podem ficar curiosos sobre a forma como se informam os jornalistas de empresa, se antecipando aos fatos. Primeiramente, muitas informações chegam mesmo à equipe de Comunicação em primeira mão, até mesmo para serem trabalhadas e disseminadas, mas um dos segredos para identificar notícias é: reparar até os mínimos detalhes do ambiente (raio-x), a todo momento (oportunismo), ouvindo atentamente a pessoa certa (contato). Um simples dia já encheria a página de um jornal.

Gabriel Rocha

Um comentário sobre “De olhos abertos e ouvidos atentos

Gostou do texto? Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s