Agência de notícias: modelo de produção pode ser adaptado para comunicação interna

Agências de notícias para comunicação internaEquipes de comunicação costumam ser enxutas diante de outros setores das empresas, afinal, apesar de serem super importantes, não são o core business, são áreas de apoio ao negócio na maioria das vezes. Sendo assim, os processos devem ser muito bem organizados e os profissionais precisam ser eficientes, considerando tempo de trabalho, uso de recursos e volume de entrega.

O modelo de agência de notícias costuma funcionar bem e pode ser uma boa escolha para manter os canais de comunicação interna sempre atualizados. Até o trabalho de assessoria de imprensa pode ser beneficiado no que diz respeito a agenda positiva junto às redações.

Por quê?

As agências de notícias funcionam em um modelo bastante interessante. Um núcleo principal concentra a edição dos conteúdos e é responsável pelas decisões editoriais a nível institucional, no entanto, repórteres correspondentes trabalham distribuídos em diversas cidades para apuração e redação de notícias sobre as regiões específicas em que atuam. Esse é o grande diferencial.

Produção descentralizada de conteúdoÀ medida que as informações são apuradas, são transmitidas à equipe de editores centralizada para redação ou edição do conteúdo. Isso permite uma produção dinâmica e abrangente, justamente pela distribuição dos jornalistas. E isso pode ser perfeitamente aplicado à realidade das empresas, considerando, claro, limitações de custo e de profissionais disponíveis nas equipes de comunicação corporativa.

Melhor aproveitamento

Quando seguido o modelo das agências, os jornalistas de empresa conseguem, enquanto equipe, entregar mais conteúdo e ampliar o raio de atuação na organização. O modelo amplia naturalmente o campo de atuação da área e agiliza o processo, já que todos os profissionais apuram e produzem conteúdo simultaneamente.

Adaptação de formatos na comunicação interna`O grande ganho de produtividade é decorrente desse aproveitamento de determinados conteúdos ou de insumos obtidos na apuração em todos os canais disponíveis. Adaptações de formato e linguagem, por exemplo, serão necessários, porém, o esforço é basicamente de edição. A apuração e, muitas das vezes, a redação, são únicas.

Na era digital, em que tudo acontece de forma dinâmica e a informação circula com rapidez, é preciso ser o mais ágil e preciso possível para evitar boatos e manter os colaboradores sempre atualizados. Tem dificuldades para estruturar a equipe e organizar a produção descentralizada de conteúdo? Então entre em contato.

Gabriel Rocha

Gostou do texto? Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s