Como deve ser articulada a venda de pauta casada

Como articular uma venda casada de pauta?É bastante comum que assessores de imprensa de diferentes organizações se falem para combinar ofertas de pauta aos veículos de jornalismo em ações conjuntas. Uma mesma pauta pode ser interessante para duas empresas e, em muitas das vezes, os conteúdos se complementam, mesmo que a relação entre os interessados na publicação não tenham laços profissionais próximos como os criados entre clientes, fornecedores, parceiros de negócios etc.

No entanto, é preciso ter calma nessa hora. Quando há dois ou mais interesses envolvidos, é necessário o dobro de atenção, afinal, o resultado pode ser duplamente positivo, mas pode ser duplamente catastrófico. Cabe aos assessores de imprensa fazer com que dê tudo certo.

Análise crítica

É super importante avaliar a pauta para definir se a venda proativa é mesmo a melhor opção. Refletir sobre as possíveis interpretações que podem ser geradas, as possibilidades de acerto ou de erro, os riscos e possíveis impactos que possam desencadear exposição negativa são algumas das etapas iniciais, além, é claro, do estudo do cenário para avaliação se o momento é favorável à pauta.

Parceiros

Avaliados os possíveis desdobramentos e suas consequências, sejam positivas ou negativas, é hora de combinar o jogo com os parceiros de negócio envolvidos. Importante definir aspectos relacionados à rotina, como redação da pauta, contato com o jornalista e follow up, e também os ligados à exposição e reputação, como autoria das aspas e sonoras, os atributos que serão valorizados, a escolha de possíveis porta-vozes a serem oferecidos etc.

O Alvo

Para qual veículo oferecer uma pauta?É interessante escolher bem para qual veículo será vendida a pauta, pois nem sempre a melhor solução é enviar a sugestão para todo o mailing. Esse é um processo comum à rotina do assessor de imprensa, mas que, em casos de parceria, demanda ainda mais atenção e cautela. O que é interessante para uma parte pode não ser bom para a outra. Parceria, abertura e conversa são as melhores aliadas nesta etapa.

Gostou desse conteúdo e acha que ele pode ser útil a alguém? Compartilhe o texto em suas redes sociais. Caso precise de ajuda para emplacar boas pautas ou para articular parcerias, entre em contato.

Gabriel Rocha

Gostou do texto? Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s